Pesquisar este blog

domingo, 6 de novembro de 2016

Artesanato caro ou barato?

Oi, gente!

Quem é artesão muitas vezes passa por isso, fica na dúvida se o seu produto está caro ou barato.
Na verdade, o certo não seria analisar o preço e sim o valor do seu produto.
Quando fazemos um produto, uma lembrancinha por exemplo, o que estamos vendendo?

Chaveirinho em feltro feito por mim
Quando vendo este chaveiro em feltro, por exemplo, não estou vendendo apenas um produto, mas a solução para o problema de alguém ou para realizar um sonho, um desejo. 
Quanto isso vale?
Quando vendo este mesmo chaveirinho, por minha parte, estou vendendo a minha técnica, os cursos de aprimoramento que fiz, os moldes que criei ou pesquisei e adaptei, o tempo que gastei para fazê-lo...
Então, se reflertirmos sobre os dois lados, uma pessoa, no caso o meu cliente, está levando uma solução e, ao mesmo tempo, a minha técnica e o meu tempo. Concordam?
Quanto isso vale?
Vale muito!
Pois quem compra, ou não sabe fazer ou não tem tempo para fazer ou os dois motivos juntos.
Eu resolvo isso com o meu trabalho e posso fazer com que ele faça que o seu evento fique mais completo e que seja lembrado por muito tempo, através desta linda lembrancinha!
Se o seu cliente diz que está caro, é porque não está vendo o valor do seu trabalho ou porque um outro colega artesão pode não estar valorizando o trabalho dele!
Não desista, vá em frente, pois sempre há quem se apaixone pelos seus pontos, pelos seus traços, pelas característica de um trabalho que é só seu!!!

Já passou por isso?
Tem uma dica, deixe nos comentários!
Bjoks