Pesquisar este blog

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Decorando com bambu

Olá, pessoal!

Hoje eu trago um post especial!

A minha amiga Lélia, que é multitarefa: cabeleireira, esteticista e administradora do seu espaço de beleza, me pediu algumas informações sobre o plantio de bambu para áreas internas.
Para quem não sabe, sou Bióloga de formação e apaixonada por Botânica!!! : )

Amei esta composição!
 
Então, aqui vai um tutorial desde a coleta da muda até os cuidados diários:

Coleta da muda: a muda precisa ter raiz e se for um pouco maior é melhor, com uns 25 cm a partir do talo, mas não colete uma muda já muito grande, pois isso influenciará no tamanho do vaso e o substrato que precisará, além do crescimento, caso não queira uma muda muito alta com o passar dos anos. O bambu pode chegar até 9m na natureza!
Preparando a muda: eu recomendo fazer uma quarentena, para "sentir" a adaptação da muda, se for retirada diretamente do local nativo (morro ou mata ciliar- beira do rio). Se comprar a muda, pode-se fazer o plantio direto.
Fazendo a quarentena: Embale as raízes em uma estopa, fazendo um saquinho em volta e depois coloque plástico filme, para manter a umidade da muda. Pegue um pacotinho, saquinho preto de plástico que podem ser encontrados em floriculturas ou casas de material p jardinagem. Coloque um substrato (terra) , fazendo uma mistura com argila (terra de barranco) e areia. Coloque a muda dentro do saquinho, mas não cubra o talo, pois ele pode umedecer demais e estragar a muda. Tb não cubra brotos, se houver!
Muda em quarentena. Bambu gigante
Preparando o vaso para o plantio: O vaso ideal é o que tem a boca maior do que a parte inferior. Coloque cascalho ou mesmo pedrinhas no fundo, depois misture o substrato já mencionado com NPK na concentração 10, conhecido como 10/10/10 que você encontra onde for comprar o saquinho para mudas. Tb pode usar esterco curtido (o fresco fermenta e fere a planta) de boi, galinha, etc, misturado à terra. Coloque a muda, somente a parte das raízes livre (sem a estopa e o plástico). Cubra com terra e não se esqueça de não aprofundar muito a muda p não sufocá-la. Deixe a terra da muda um pouco mais baixa, p a água da rega se concentrar ali.
Rega: Molhe no dia do plantio e a cada 2 dias. Em dias muito quentes, regue todos os dias. Prefira um local sombreado, mas com iluminação direta do sol em alguns horários ao menos.
Dicas:
  • Use um vaso q possa acomodar as raízes com 5 cm de folga de cada lado do vaso.
  • Adube a planta uma vez por ano, pois conforme ela cresce, o adubo vai junto.
  • Faça o transplante das mudas de 2 a 5 anos, conforme o crescimento.
  • Existe um produto nas casas de flores, chamado hidrogel que você pode colocar no vaso, logo após a terra com adubo. Serve para manter a umidade natural da planta. 3g por vaso é suficiente.
  • A temperatura ideal para o bambu é em torno de 21º, por isso, em dias muito quentes, borrife água nas folhas e talos também, para reduzir a temperatura acumulada na planta.
  • O NPK pode ser usado 60g a cada 30x30 de terra, então meça o seu vaso e calcule a quantidade.
  • Não exagere no vaso, porque quanto mais espaço livre, maior o seu bambu ficará!
***Não se esqueça que a planta é um ser vivo e não serve apenas para embelezar e trazer boas energias de vida para o ambiente, mas também precisa de respeito e cuidado.
 
Aqui eu assino como Bióloga e como apaixonada por Botânica.
Espero que sirva para a minha amiga e para todos os que querem trazer um pouco da criação divina para perto.
E os chineses, muito sábios, fazem terapia com jardinagem. Eu também!
 
Um abração, pessoal!