Pular para o conteúdo principal

Saiba diferenciar gastos fixos de gastos variáveis

Algo muito importante para o crescimento do nosso negócio criativo é saber exatamente o quanto gastamos para mantê-lo, assim, saberemos se estamos "bem das pernas".
Quando você já tem um espaço independente, ou seja, fora de casa, torna-se mais fácil fazer estes cálculos, pois todas as contas que chegam, precisam ser pagas e são única e exclusivamente do seu ateliê. Porém, caso o seu ateliê ou o seu cantinho criativo seja em casa mesmo, há como saber o quanto gasta para adicionar ao valor dos produtos.

Você sabe diferenciar seus gastos fixos dos gastos variáveis?


  • Gastos fixos são aqueles que, independente de você ter encomendas ou não, você precisará pagar. Mesmo que você trabalhe em casa, pense que, se você não utilizasse máquinas ou equipamentos elétricos, não gastaria de energia elétrica o quanto gasta atualmente confeccionando suas artes.
Exemplos de gastos fixos:
  1.  Energia elétrica;
  2. Telefone;
  3. Internet;
  4. Gás (caso os seus produtos sejam doces, salgados, bolos ou cerâmicas, pinturas em louças, etc);
  5. Aluguel;
  6. Impostos (MEI, INSS, entre outros)
  7. Funcionários (caso tenha algum)
  • Gastos variáveis são aqueles gerados a partir do momento em que você tem encomendas, ou seja, a cada mês eles podem ser maiores, menores ou até inexistentes, de acordo com a demanda de encomendas.
Exemplos de gastos variáveis:

  1. Terceirização de mão de obra (se você paga alguém para ajudá-lo só quando há muita demanda, este custo vai variar de acordo com a demanda de encomendas do mês);
  2. Gasto com matéria-prima 
  3. Frete sobre materiais, passagem para buscar matéria-prima ou para levar encomendas aos Correios, etc
Agora você já sabe a diferença entre custos fixos e variáveis!

 Já sabe que, alguns valores são certos (fixos) e outros você precisa ter muita atenção e ir gerenciando de acordo com as encomendas que vai tendo durante o mês. 

***Quando temos um negócio, não basta ter apenas a habilidade de fazer bem nossos produtos, mas também é necessário ter essa mesma habilidade para gerenciá-lo! Cuide bem de seu negócio criativo!!!

Ficou com dúvida? Deixe a sua pergunta aqui nos comentários. 

Postagens mais visitadas deste blog

Inspirações para ter um quarto de costura/ ateliê com a sua cara!!!

Oi, gente!

Ainda vou fazer um vídeo falando sobre as minhas pesquisas para reformar o meu ateliê e de como consegui chegar ao que me parece ideal (dentro das minhas possibilidades atuais!).
Claro que toda artesã sonha em ter um ateliê MARAVILHOSO para praticamente, morar dentro rsrs, porém nem sempre temos condições de investir nisso ou até um espaço ou seja só nosso!
Então, como ter um ateliê ou quarto de costura (ou de qualquer outra técnica) do meu jeitinho e com as minhas condições?

Em primeiro lugar, é muito importante definir o espaço que você dispõe:

Para começar, serve um cantinho na sala de jantar, na cozinha, na área de serviço e até na sala principal... Talvez seja o único espaço que você possa utilizar!


Pode ser que você já tenha um espaço maior e só seu!!!
Em segundo lugar, você precisa pensar em quais materiais vai usar para saber que móveis utilizar! Se vai guardar tecidos, pode ser em um armário fechado para não empoeirar, por exemplo. Utensílios fechados como tintas, por …

Moldes BORBOLETAS!!!

Olá, pessoal!

Todo mundo gosta de borboletas, né!
Então, aqui estão vários moldes para podermos trabalhar bastante...
Vamos de feltro, EVA ou tecido? Pode ser no que quiser!

Qual é a sua técnica?
Ah, conta pra mim?

















E, então, vamos fazer?
De qual material será?

Vamos florir nossos trabalhos? MOLDES!!!

Olá, pessoal!
Passando rapidinho para deixar alguns moldes à mão. Flores, flores e mais flores é o que temos para hoje! Alegria!!!





Gostaram? Querem mais moldes? Quais moldes vocês mais utilizam e gostariam de ver aqui?
Bjoks!!!